NOTÍCIAS
compartilhar este link
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
26/11/2018
Exportação de suco de laranja do Brasil caem 21%

Valor Econômico - 26/11/2018 - Previsão da retomada da safra da Flórida contribuiu com a queda na demanda pelo produto brasileiro


SÃO PAULO – As exportações brasileiras de suco de laranja concentrado, congelado (FCOJ, na sigla em inglês) somaram 309,16 mil toneladas nos quatro primeiros meses da safra 2018/19, volume 21% inferior ao do mesmo período do ciclo passado. Em faturamento, as vendas entre julho e outubro somaram 589,5 milhões, queda de 16%, informou a CitrusBR, com dados compilados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

“O ano passado foi um pouco atípico em termos de exportações, porque vínhamos de um ano com estoques muito baixos, portanto, houve grande necessidade de movimentar estoques do Brasil para o exterior”, disse em nota Ibiapaba Netto, diretor-executivo da CitrusBR, entidade que representa as grandes indústrias exportadoras de suco brasileiro (Citrosuco, Cutrale e Louis Dreyfus Company). A tendência de queda no consumo do suco concentrado congelado já ocorre há alguns anos.

Os embarques com destinos aos EUA caíram 42% no período e somaram 56,75 mil toneladas de FCOJ. Um dos fatores que contribuiu para essa retratação foi a estimativa de retomada da safra da Flórida, que deverá colher 77 milhões de caixas de laranja de 40,8 quilos, aumento de 71% em relação ao volume da safra anterior, informou a CitrusBR. Com mais laranja na Flórida para processar, os embarques de suco para os Estados Unidos nesses primeiros meses da safra ficaram em US$ 107,8 milhões queda de 36% em relação a 2017/18.

Os embarques para a União Europeia, principal mercado para as exportações de suco de laranja brasileiro, foram de 214,17 mil toneladas nos quatro primeiros meses da safra, com queda de 14%. O volume financeiro caiu 7%, para US$ 405,8 milhões.

Já o Japão, principal destino da Ásia, manteve o crescimento nos embarques com um total de 16,98 mil toneladas, alta de 11%. O crescimento em valor foi de 15%, com US$ 33,3 milhões.